sábado, janeiro 28, 2012


















Na noite todas as derrotas se escondem,



Correm-se os medos e os segredos.


Cada minuto é um grito fechado


Em si mesmo, feito de memórias


Que se alteram no suceder do tempo.



Manuel F. C. Almeida

1 comentário:

Ana disse...

Adorei a fluidez das tuas palavras.. E tão verdadeiras!