domingo, abril 18, 2010



















Já vejo uma esteva a florir,
Os teus lábios.
Uma ave que paira nos céus
Teu olhar
Uma folha solta no vento
Teu sorrir
Uma onda que explode na praia
Teu beijar

Já vejo um fruto que cresce
Na árvore do nosso mar.



Manuel F. C. Almeida



1 comentário:

Crystal disse...

Gosto da forma como me contas o que vês...