sexta-feira, julho 17, 2009













Ser poeta é ser operário
Na construção do impossível.
É trautear a canção ingénua
Dos olhares incautos
E puros dos que sonham.
É encontrar no Outono
O sol brilhante da primavera.
É amar na vida o universo
E mostrar o amor em cada verso.
Ser poeta... é ser quem espera.

Manuel F.C. Almeida



fotoangelica

5 comentários:

byveramarina disse...

Uma grande verdade: "Ser poeta é ser operário...Na construção do impossível."...e tudo acontece!
Beijossss
Vera

entremares disse...

É verdade.
Ser poeta é pintar o impossível.
Como aqui.

Um óptimo fim-de-semana.

Maria Dias disse...

...Ser Poeta é colher as palavras em frutos na arvore da alma.

Beijinhos

P.S.Ei Psiu!Estava de férias mas voltei e vou te enviar um convite especial para o Avesso numa nova versão mais reservada.Aguarde!Estou tentando manter o Avesso do Avesso do Avesso só para convidados(nao sei se vou conseguir pois adoro as surpresas do novo!).Ah a música e a voz q emolduram tua poesia estao belissimas!Parabéns pela postagem!

Maria

Graça disse...

"Ser poeta é ser operário"

"Ser poeta... é ser quem espera."

Abrir e fechar o poema com chave de ouro. Belíssimo.

Boa semana

Paula Raposo disse...

Também me parece que sim. Esperar...beijos.