domingo, novembro 19, 2006

ó mar
















ó mar azul. mar salgado
lava-me as mágoas e a suadade
conduz-me tu a outro lado
onde cante e viva a liberdade

ó mar azul, mar salgado
lava-me a alma, da sujidade
mostra-me a lua, o céu estrelado
onde se veja só amizade

ó mar azul, mar salgado
lava a mentira e a verdade
mostra-me os versos de novo fado
onde só viva a felicidade

5 comentários:

maria_arvore disse...

Queres tudo e para já?... ;)
O mar azul e salgado tem ondas e marés e isso, também é viver. :)

sagher disse...

e nao é assim a vida maria?. para quê olhar o dia de ontem se a interrogação esta no amanhã, e a humanidade gostas mais de descobrir do que recordar.

Anónimo disse...

Um beijo muito doce com saudade.Tudo de bom e que alcances tudo o que desejas...O poema é lindissimo! bjs Alice (barbie).

Anónimo disse...

Um beijo muito doce com saudade.Tudo de bom e que alcances tudo o que desejas...O poema é lindissimo! bjs Alice (barbie).

Anónimo disse...

Um beijo muito doce com saudade.Tudo de bom e que alcances tudo o que desejas...O poema é lindissimo! bjs Alice (barbie).