quarta-feira, novembro 15, 2006













e agora que tudo é findo, resta-me olhar o que ai vem
vivi um sonho lindo, outros o mundo trará também
esperar que volte a ter, no meu olhar a luz do dia
sentir que é bom viver, que sem a es'prança alma morria
olhar em meu redor, ter um sorriso pra todo o mundo
viver sem sentir dôr, fazer da alma poço sem fundo
e quando este meu ser, com outro ser venha a cruzar
sentir e nao temer, todo o amor por encontrar

vivemos sempre com medo, vivemos sempre na ilusão
vivemos, partimos cedo, fique a beleza que é paixão.

Manuel F.C. Almeida

3 comentários:

maria_arvore disse...

Sabendo da efemeridade dos dias, de nada vale o medo. Mesmo quando perdemos ganhamos memórias nossas e não é isso que nos alimenta a vida?... :))

Anónimo disse...

Estou muito contente por perceber que estás a vencer essa etapa. Só espero que o teu coração, quer o físico quer o sentimental, recuperem e voltem a sentir o gosto pela vida.Continuas a ser um menino grande muito doce. Tudo de bom!!! Alice (barbie).

sagher disse...

maria saempre foste sintetica e charmosa a dizer o que é óbvio. obrigado.
barbie sempre uma boneca cheia de boas e doces surpresas.
obrigado.