domingo, novembro 05, 2006

cold play



e em abril os cold play tocaram em portugal. e nós estivemos lá. sempre juntos, sempre como se foramos um. até quando quiseste ir mais á frente e eu, receoso por causa de algum toque que me pudesse magoar, ali ficaste, a ouvir a musica e quando tocaram for you, recordo o beijo longo que trocámos, a caricia que soltamos na alma do outro, e de maos dados com a musica assim ficamos. e como desejei ficar sempre contigo de maos dadas a deixar a musica fluir a ouvir speed of sound. não minha concubina era já amôr, nao só paixão, era mais que o fisico era o desejo de estar no outro e com o outro. e tudo parecia tão fácil.

1 comentário:

sandra disse...

querido amigo. vejo que continuas a recordar o que viveste. fazes bem, recordar é sempre tao bom. no entanto amigo, nao fiques presos a memórias, se com tudo isto ainda assim continuares a ser ignorado, nao deixees que te magoem mais. quem te magoa desta forma nao merece um poucxo que seja do teu amor. nao desistas de ser quem és. tu,o mundo que existe para lá dessa mágoa e desse amor, esperamos por ti. como tu és e sempre foste. gentil e amigo. volta depressa amigo, á gente á tua espera